Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O nosso poema...

Sexta-feira, 31.10.08

O vento uiva na mais pura onda da lua,

tornando-se o telecomando do ser humano

na mais nua e crua das mentiras...

é sem duvida o ante perdão

e o carisma da saudade

em pequenas bolas e grãos,

em pequenas luzes e afins...

sem duvida o fecho do cofre das penas do perdão...

o amor da culpa,

do culpar e do culpado (Sérgio Rocha)

São meras gotas cristalinas

que brotam da minha alma,

como algo transcendente que não controlo,

que me possui e me faz pensar,

o porquê de estar aqui e ser como sou...

São gotas flamejantes,

pujantes, inconstantes, sinceras, belas....

Percorrem-me a face da alma

e regam-me o coração

para que compreenda que o mais importante

é o perdão e a amizade! (Joaquim Alves)

 

O poema feito por mim, por ele e para nos…(Sérgio e Joaquim)...

 

PS: Obrigado por tudo…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 21:43

Casa Que Me Suporta...

Sábado, 25.10.08


 

 

É sobre paredes e tectos em chão que se pisa,
paredes sem estrutura,

sem alma

corredor em tacos
frios e sem calor

mortos e sem cor

forma oval
um telhado dos segredos
pois cobrem telha a telha todo amor...
Porta que bem ou mal abre num coração que chora
na realidade bate porta a porta
mas abre com vontade

formando a casa da liberdade
com telhado paredes e chão,
é um lar que pelos MANOS morre
 

 

e tens na mão!!!

 

 

Adoro-vos manos...

 

 

S.R

 

 

(este poema foi escrito para os meus melhores amigos, não é nada demais mas sabe sempre bem recorda-los e telos por perto)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 13:54

O Preto Em Preto...

Sexta-feira, 24.10.08

Preto que vem do escuro

Preto que corta a escravidão de uma alma

Por preto que não vem

por preto que não mata

Em preto que me esmaga

preto e bem escondido

Metido num latão…

Tapado na solidão

Preto limado, moldado

Preto que odeio, que me mata

Preto em manchas de guerra

preto de não sentir

preto e vazio!

Preto que é o rio

preto de um cemitério

Preto que é o ar

o ar que respiro

preto que não vem

Preto que não mata…

Preto que estou farto

em preto que de mim fala…

S.R

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 17:31

Amizade...

Quarta-feira, 22.10.08

É nas profundezas desta luz

Que espelha o passo de cada lágrima,

descendo e prendendo

os traços da saudade!

é como um lar que

amamos e sentimos…

São escoras que nos suportam

nesta escuridão que nos

cobre em manto preso a solidão.

Descrevo-os em palavras quentes,

chegam e vão puxando, arrastando

e tirando sorrisos desta alma!

Traçando garra a garra,

o manto que neste coração morava!

São o rumo,

O caminho

nesta estrada da alegria,

cujo mais pequeno ponto

São estrelas nesta vida

 

S.R

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 18:02

Sonho...

Domingo, 19.10.08

Sonho com aquela deusa,

Deusa do mar autoritário

Com um encanto em si vestido,

É de linho! Em Formato macio e de uma transparência arrepiante!

É de agua…?!?

 Um Vestido de água forrando a vontade que temos todos de amar!

Numa historia de encantar

Sonho que cada ser carrega

Cujo cenário e cena se passa num pequeno jardim

Jardim em flor…

Sonho que chega e se infiltra nas lágrimas que temos de soar

Sim esse sonho,

O Sonho de te amar…

Sonho de lár para lár,

Pois toda gente sonha, com a paz

e  ternura embrulhados muitas vezes na loucura.

É de paz k tou a falar

A paz neste mundo k se torna tão pequeno para o  mal que o faz girar…

Sonho?!?

Com a paz do sol, vinda do mar numa esfera que não para de girar…

Paz para k possa SONHAR

A PAZ na TERRA

S.R

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 15:14

O Respirar Da Alma...

Sábado, 18.10.08

 

 

Palavras não ditas,
humm escuro
o escuro!
É a noite k nos aperta nas palavras.
Uma nova ferida
Forcada na escuridão,
uma nova farpa
espetada com a beleza das palavras.
É uma noite fria, húmida
onde o grito mas alto é o grito do desespero
ninguém me ouve!?
Respirar?!
Eu tenho k respirar,
Tremendo no gelar dos sentidos,
Já não sou mais eu!
Para que gritar
se o uivar da noite é bem mais forte,
Para que esperar
se a sua investida não termina,
Para que sorrir
se o pisar da carne deixa o meu ser deprimido,
Cansado, esquecido.
Pasmo toda minha glória atirando com carinho,
Voltando em pequenas laminas retirando-te da historia.
Porque mudar o k ta bom?
Aiii o coraçãooo retardandooo,
batendo!
Chorando uma dor calma!
Matando pouco a pouco!!!!

...
Respirando toda mudança...
porque??
??

S.r

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 14:51

Saudades...

Quinta-feira, 16.10.08
 


Tu!!!!
Oh tu!
Que és o par
deste espaço pacteado.
Oh tu!!!
Lã, a !!!
Lã pela chuva acarinhada.
Que partes este linho em fio
pela agulha alinhavado.
Numa corda que crava
toda a sua certeza.
Oh, lã que forças
a lamina em suavidade,
deslizando no sentido do destino,
rompendo por pequenas fissuras
e juntando o que está solto
e afastado, desligado....
So mesmo tu!!!
Tu!!
Que provocas um bater da alma
rasgando o "PUM PUM"
deste coração
transferindo todo calor
numa energia
em movimento ascendente,
explodindo
no grande e maior
dos sentimentos
O amor que vem da SAUDADE!!!
Oh tu!!
Tu que das o nó da alma,
unindo o bater do coração
no rebentar do sentimento...
Que cravas o ponto do
coração na alma,
formando  e dilatando

a saudade!!!!
TU!!!!
S.R

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 21:08

Fácil viver...

Quinta-feira, 16.10.08






Como é fácil viver sobre o seu olhar,
Fascinado com os relatórios deste coração,
deste ser imune a sua própria imunidade...
Como é fácil respirar neste oxigénio
que não é no termo mais correcto
o mais puro,
mas recebe-lo pelos vossos pulmões,
voz que sois todo meu pulmão e mundo nesta vida... xiuu...respirar...
Como é fácil para ele,
Fazer da maior rocha da terra
A multidão de áreas quê pode pisar
para mergulhar em teu abraço...
Como é fácil receber teus diamantes em troca de ouro, diamantes em amor e ouro em forma da A,
A de amar
Como é fácil ser simplesmente eu
Se te tenho a ti para me fazer sonhar
Obrigado por fazeres fácil sonhar,
fechar os olhos
e amar, amar amar... abri-los e sorrir
sentido o abraço de diamantes sem transbordar.
Xiiiiu.... Sente o ouro...
Xiiiiu que é a minha vez.....
Xiiiiu que Estou a amar-te.....
(este poema foi dedicado a minha menina)
S.r

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 20:54

sobre mim...

Quinta-feira, 16.10.08





Bem como podem ver na foto, sou o que se pode chamar de um jovem, tenho 23 anos e moro algures no distrito do porto.
Este site foi criado devido a minha paixão pela escrita, nomeadamente poemas, visto que o venho feito ja algum tempo, tenho também um gostinho pelo desenho onde futuramente possa vir a postar alguns dos meus desenhos(cerca de 200).
Sou também viciado e líder de um clan, num jogo chamado Tactical ops, onde por vezes perco horas junto dos meus amigos do clan.
Adoro ler e dançar, conviver com os amigos e sobre tudo divertir-me.
Espero que gostem e obrigado pela visita.

Sergio Rocha

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 20:35





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2008

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031





comentários recentes

  • Dragonsky

    sim vou claro ;D com muito prazer

  • Dragonsky

    muito obrigado Dragonsky

  • sofiazinha

    Gostei muito deste poema!! Absolutamente maravilho...

  • sofiazinha

    Vejo que o teu blogue anda muito desactualizado ma...

  • sofiazinha

    Sim sim deves sempre lutar pelos teus sonhos e aci...

  • sofiazinha

    A vida deve ser levada sempre com um bom sorriso,n...

  • MIGUXA

    Olá Sérgio,Lindo!!!Adorei...Beijos docesMargarida

  • soraia

    Amo te meu amor :)

  • MIGUXA

    Olá Sérgio,Gostei muito deste teu poema... e "de t...

  • MIGUXA

    Sérgio,Lindo o teu poema, doces as palavras que fa...




subscrever feeds