Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Suavidade do amor

Segunda-feira, 27.12.10

 

Foi ao examinar o teu rosto

a ternura desse olhar

Foi ao olhar esses olhos

E tua maneira de falar

Foi o sorriso faciado

Que me fez amar

Foi a tua pele suave

Que me faz arrepiar

Foi a tua paixão pela vida

Que só quero beijar

Foi esse brilho no cabelo

não te vou mais deixar

Foi essa suavidade

é mero encantar

essa mulher

que fui casar!

ja mais deixo de amar

Feliz

palavra singular

amar

é desfrutar.

 

S.r

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 23:49

O Controlo remoto do amor

Quarta-feira, 22.12.10

Suave rosa contida

Cresce em cada coração

Viva noite e dia

Com pétalas de amor e paixão

Alimentada é a sinfonia

suave toque de contracção

 

Provoca com o seu perfume

Um perfeito descontrolo

Esta rosa que nos une

Coração a meio dono

 

Pétalas de tanta ternura

Com o lugar reservado

Algures pelo nosso corpo

Tens esse lugar marcado

 

Não levanta mais pé

Não sai mais do meu lado

É a metade deste coração

com seguro é guardado

 

Duas partes do coração

Uma esta separada

O controlo remoto esta aqui

Comanda tudo rosa amada

 

E eu sei, as pilhas irão terminar

Mas podes ficar descansada

Elas podem esgotar

Que a tua mão é sagrada

Pois é assim o destino

Ela a ti foi destinada

E por mais nenhuma mulher

Será esta parte comandada

S.r

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 12:39

Devia eu lutar?

Sexta-feira, 17.12.10

 

Seria este o melhor começo

Para um poema feliz

Onde escrevo e ofereço

Algo que ainda não fiz

Lutar por ser escritor

Numa alma que só me diz

Toda gente sonha

E toda gente pode ser feliz

Sendo essa a alegria

Que narra na harmonia

Expressões de quem sorria

Onde quem sabe até um dia

Escreva algo que arrepia

E nos leve ao inicio

De tua grande companhia

E os poemas, versos

Já mais terminaria

Até chegar ao ponto mais alto

E no final eu ganharia

For the win são Letras de alegria

É nossa verdadeira companhia

E a qual eu sonho

Talvez um dia

as garras de um tigre

arranquem a sorte

nada mais sumia

e eu sorria e sorria

 

S.r

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 18:20





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Dezembro 2010

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031





comentários recentes

  • Dragonsky

    sim vou claro ;D com muito prazer

  • Dragonsky

    muito obrigado Dragonsky

  • sofiazinha

    Gostei muito deste poema!! Absolutamente maravilho...

  • sofiazinha

    Vejo que o teu blogue anda muito desactualizado ma...

  • sofiazinha

    Sim sim deves sempre lutar pelos teus sonhos e aci...

  • sofiazinha

    A vida deve ser levada sempre com um bom sorriso,n...

  • MIGUXA

    Olá Sérgio,Lindo!!!Adorei...Beijos docesMargarida

  • soraia

    Amo te meu amor :)

  • MIGUXA

    Olá Sérgio,Gostei muito deste teu poema... e "de t...

  • MIGUXA

    Sérgio,Lindo o teu poema, doces as palavras que fa...




subscrever feeds