Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Lua!

Terça-feira, 04.11.08

A Vida sem cor

transparece em pequenas

pérolas de sangue,

sem vida e movimentos sem amor,

 onde  ate a mais bela das sinfonias,

são tocadas em cordas de um sofrimento,

reproduzidas sem espírito

escutadas com a dor.

Vistos de uma carne

                           em soalhos velhos de um hangar,

                           olho-a nos olhos,

                           á lua, ao seu luar  

                           onde irei recordar,

                           memorias que vão sempre ficar

                           e nesse luar, tu vais rir...!

                           lembrar e ate chorar...

                                      ...

                                      ...

                    "quando olhamos a lua recordamos

                              e sempre sorrimos

                                        Sempre!!!

                                             S.R

 

(poema dedicado como prometi ao meu amigo John Lemmos... Abraço para ele)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dragonsky às 17:28


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2008

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30